Flávia Leal

 

A empresária carioca Flávia Leal, é a prova de que sonhar não determina o lugar onde você vai chegar, mas produz a força necessária para tirar a pessoa do lugar onde ela está. Foi assim há mais de 12 anos quando ela chegou aos Estados Unidos, realizando o sonho de criança de ir para o exterior e buscar uma vida vitoriosa.

Flávia driblou todos os percalços da vida e veio se preparando para o sucesso passo-a-passo. A determinação em vencer superou os obstáculos que apareceram. Nos Estados Unidos, depois de interromper os estudos de pedagogia no Brasil, ela trilhou o mesmo caminho que todas as pessoas que chegam em busca do sonho americano. Mas o destino reservou a Flávia outra necessidade: ajudar a mãe doente a passar pelos momentos mais difíceis da vida.

Durante este período, com a redução da carga horária de trabalho, a carioca fez diversos cursos de maquiagem, estética, e outros, terminou a faculdade nos Estados Unidos e deu o pontapé inicial em um novo negócio: o Instituto Flávia Leal.

LXS_2741Três anos depois de fundado, o Instituto instalado em Woburn já havia formado centenas de profissionais especializados em estética e beleza. Seus cursos romperam as fronteiras americanas e aterrissaram na Europa, onde Flávia já ministrou aulas na França, Inglaterra, e Áustria.

Em 2013, na intenção de expandir as atividades, Flavia Leal fez mais um empreendimento, adquirindo o antigo Beauty Creators Academy, uma escola de cabeleireiro que já funcionava há 53 anos na cidade de Everett, Massachusetts. Com essa aquisição, o Instituto passou a oferecer também o curso de cabeleireiro.

Já com a marca consolidada nos Estados Unidos, Flávia decidiu levar à sua Terra Natal o que aprendera a fazer no exterior, iniciando as atividades em sistema de franquia no Brasil.

Somados os alunos formados no Instituto e os que assistiram a seus workshops no exterior ou nos Estados Unidos, são mais de mil profissionais com o estilo premiado de Flavia Leal. A busca pela perfeição, marca registrada de Flávia, vem desde criança. “A gente precisa acreditar no sonho e em nós mesmos para crescer,” dizia ela a suas bonecas.

Hoje a velha brincadeira em casa deu lugar a uma premonição. Na matemática da vida de Flávia Leal, a pessoa só aprende a multiplicar quando aprende a dividir, só consegue ganhar quando aprende a perder, só consegue receber, quando aprende a se doar.  Assim, o Instituto Flávia Leal se prepara para novos rumos.